Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Previsão: Aulas só em julho


    11/06/2012 às 10:35h
    Recomendar

    Com base no discurso dos professores grevistas e na ausência de diálogo entre eles e o governo do Estado, é muito pouco provável que a greve, que hoje completa 60 dias, termine antes das férias que marcam o encerramento do primeiro semestre letivo.

    De acordo com o calendário escolar, o semestre deve durar até a próxima semana, no máximo até terça-feira, dia 19. Se essa previsão se confirmar, a greve se estenderá por mais 30 dias  e o prejuízo será incalculável. Assim, o possível retorno às aulas acontecerá no início de julho, depois do feriado do dia 2, data em que celebramos a independência da Bahia.

    Amanhã, 11, a APLB-Sindicato vai realizar mais uma manifestação. Desta feita vai contar com a participação de estudantes da rede e pais de alunos. A concentração vai acontecer às 14h30, na praça do Gastão Guimarães, escola que por muito tempo foi uma das maiores  referências na formação de professores para o exercício do magistério.  

      



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia