Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Oposição não aceitará retirada forçada dos professores


    18/07/2012 às 07:23h
    Recomendar

    A bancada de Oposição da Assembleia Legislativa da Bahia, se reuniu nesta quarta-feira, 18, pela manhã,  com o presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT), solicitando que o mesmo reveja a decisão de expulsar os professores da Assembleia.  O líder da oposição Paulo Azi (DEM) defende  uma solução negociada e advertiu que a bancada não aceitará qualquer tentativa de invasão policial ao prédio.

    A oposição emitiu nota pública de apoio aos professores ontem, 17, lembrando que os grevistas ocupam de maneira pacífica e ordeira o saguão da Casa, não havendo, portanto, nada que justifique ação policial. Azi frisou que Marcelo Nilo deveria utilizar o seu bom senso e poder político para fazer com que a comissão de Educação da Alba debata a questão da “caixa preta” do Fundeb  e fazer gestões junto ao governador Wagner para que seja menos intransigente e atenda as justas reivindicações dos professores. “Volto a alertar que esta é a Casa do diálogo e não da força”, reforçou Paulo Azi.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia