Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Colégio realiza gincana neste sábado com foco na diversidade cultural

    O evento acontece amanhã (17) no Teatro Enerstina Ribeiro, a partir das 8h.
    16.10.2015 09h40m
    Recomendar
    Colégio realiza gincana neste sábado com foco na diversidade cultural
    A equipe Nitroglicerina promete fazer uma grande competição

    Proporcionar aos alunos momentos de recreação e de valorização da diversidade cultural, através de atividades motivadoras que incentivem o trabalho em equipe e o respeito mútuo é o objetivo da GINCAT – Gincana Cultural do Colégio Anísio Teixeira – que acontece neste sábado (17), a partir das 8h, nas dependências do Teatro Enerstina Ribeiro.


    De acordo com a estudante Quesia Sampaio, membro da equipe Nitroglicerina, a GINCAT é importante por desenvolver em cada participante a capacidade de organizar estratégias, a fim de potencializar o raciocínio lógico e cognitivo.


    Quem também está feliz com a realização da gincana é a estudante Victória Vaz, integrante da mesma equipe. Ela ressalta que além dos aspectos mencionados por Sampaio, há um outro que não pode ser esquecido, a socialização. Segundo ela, os laços de amizade são reforçados e as pessoas se integram mais.



  • Eu toco o futuro, eu ensino, eu sou professor


    15.10.2015 15h14m
    Recomendar

    O Jornal Folha do Estado tem em sua essência, um compromisso com a educação. Por conta disto, sempre fez parte do cotidiano de milhares de educadores da nossa cidade, ora como recurso didático-metodológico, ora como parceiro no sentido de dar visibilidade às experiências educacionais transformadoras, que acontecem dentro e fora das salas de aula. Por conta disso, hoje, 15 de outubro, dia do professor, queremos homenagear aqueles que são jardineiros da esperança ao publicar fotos de dezenas de educadores, que apesar da desvalorização, seguem lançando sementes, acreditando num futuro melhor.

    Paulo Freire, o patrono da educação brasileira, nos ensinou que “educar é impregnar de sentido o que fazemos a cada instante”. Essa é uma frase que expressa à alegria e a felicidade que cada educador sente ao ver suas ações, impregnadas de sabedoria, ganhando corpo e forma através das páginas deste jornal. Parabéns, grandes mestres, não joguem a toalha, não desacreditem na educação. A sociedade precisa de vocês como do ar que respira. Sigam em frente, não desistam da luta por um mundo onde os seres humanos se vejam sempre como pessoas igualmente humanas. Continuem espalhando amor hoje, amanhã e sempre! Feliz Dia do Professor!


     



  • Ato de Malhação se prepara para ENEM em meio às gravações


    09.10.2015 14h02m
    Recomendar

    O ator Gabriel Borgongino, que interpreta o personagem Moraes em "Malhação - Seu Lugar no Mundo", divide seus dias entre as gravações da novela e os estudos para o Enem. Aos 18 anos, ele sonha em fazer faculdade de cinema e audiovisual – também prestará o vestibular para o curso na PUC-RJ.


    De manhã, Gabriel vai à escola e se prepara para o exame do Ministério da Educação (MEC). Ele conta que usa a tecnologia para auxiliar os estudos. “Sempre que tenho dúvidas, pesquiso sobre vídeos relacionados ao assunto e as esclareço”, diz.


    Entre as ferramentas usadas por Gabriel, está o aplicativo G1 Enem, que conheceu por intermédio da mãe. Com o app, o ator repassa o conteúdo das provas durante o tempo livre. “Até que tenho um bom desempenho nas perguntas, mas as de matemática sempre me complicaram”, brinca.“Os vídeos do app são muito úteis e esclarecedores, me fazem relembrar coisas importantes. É bem prático.”


    Gabriel costuma usar o aplicativo para desafiar outras pessoas no jogo de perguntas de respostas. Para ele, aprender em grupo é uma boa dica para o Enem. “Pegar o material no qual está com dúvida, olhar na internet, se juntar com amigos para estudar. É melhor do que estudar sozinho, porque um ajuda o outro”.

    Fonte: G1
     



  • Estudantes criam aplicativo para que pais acompanhem a vida escolar dos filhos


    08.10.2015 11h15m
    Recomendar

    Os estudantes Thiago Mendes e Kaick Sousa, do Colégio Estadual Arthur Vieira de Oliveira, no município de Anguera, a 153 km de Salvador, desenvolveram um aplicativo para facilitar o acesso de informações sobre a vida escolar dos estudantes. Denominado de Ceativista (7vistas), a ferramenta possibilita o acesso a informações, como notas das avaliações, avisos, instruções, lembretes, tarefas e afazeres das referidas matérias, contribuindo para que os pais possam acompanhar a vida escolar dos filhos. A experiência foi apresentada à Secretaria da Educação do Estado da Bahia para verificar a viabilidade do seu uso por professores, estudantes e as famílias.


    “A ideia inicial foi criar uma agenda eletrônica que lembrasse os estudantes sobre as tarefas e os horários de aulas. Quem utilizar o aplicativo vai poder verificar quais são os exercícios de casa, por meio de anotações disponibilizadas pelo professores. Ainda estamos tentando desenvolver um ´Diário do Professor´, com anotações e notas dos alunos”, explica Thiago Mendes, 15 anos, estudante do 9º ano, ressaltando a orientação da professora Geiza Mendes, no desenvolvimento do projeto.


    O projeto, que foi desenvolvido através de uma plataforma gratuita do aplicativo no formato html5, está sendo reconhecido nacionalmente. “Após ficarmos em 2º lugar na IV Feira de Ciências e Matemática da Bahia, no ano passado, agora vamos representar o Estado, no dia 26 de outubro, na Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia (Mostratec), em Hamburgo, no Rio Grande do Sul. A escola abraçou a ideia e esperamos levar este projeto à frente”, destacou Kaick Sousa, 16, estudante do 1º ano.


    A coordenadora da Assessoria de Planejamento e Gestão, Fernanda Kumagai, da Secretaria da Educação da Bahia, ressaltou o trabalho e a iniciativa dos estudantes. “Nós estávamos pensando em um aplicativo parecido, mas o diferencial é que os estudantes trazem uma visão da escola. E essa indicação nos proporciona desenvolver um projeto mais próximo da realidade do estudante, do professor e dos pais. Este é um primeiro passo, onde gostaríamos de contar com o apoio deles para o desenvolvimento futuro de um aplicativo nestes moldes.”


    Boletim online


    Os pais já podem acompanhar as notas e as frequências dos filhos nas escolas sem precisar ir à unidade, participando mais ativamente do cotidiano escolar do estudante. Isto é possível graças ao Boletim Online, criado pela Secretaria da Educação do Estado. A ferramenta, uma das ações da Secretaria no sentido de aproximar ainda mais família e escola, está disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). Para ter acesso, é necessário entrar com o número da matrícula e a data de nascimento do estudante.

    Texto e Fotos: Ascom/Seduc/Gov-Ba.
     



  • Enem: Na redação, é importante saber ser crítico diante da realidade


    07.10.2015 16h38m
    Recomendar

    Para muitos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a redação é um dos maiores desafios. Prova que vale até mil pontos e tem caráter eliminatório para quem tira zero, a redação pode fazer a diferença para quem pretende obter vaga na educação superior pública ou o acesso a programas educacionais do governo federal como o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).


    A prova de redação do Enem é diferente daquelas aplicadas em outros vestibulares. O diferencial é que ela precisa avaliar o aluno que termina o ensino médio e também avaliar se esse estudante se porta como um sujeito crítico diante da realidade. Por isso, além de apresentar argumentos, o aluno também precisa apresentar propostas de intervenção para se demonstrar seu pensamento crítico.

    Importante


    É importantíssimo que os participantes percebam que a redação não pode ferir os direitos humanos, já que estamos falando de um debate social para a promoção da dignidade”, salientou. “Além disso, a estrutura do texto tem de ser dissertativa, ou seja, um texto que exponha informações e apresente argumentos.


    No Enem, a redação deve ter no mínimo oito e no máximo 30 linhas. O texto deve ser dissertativo-argumentativo. Os participantes que fugirem do tema proposto, escreverem número menor de linhas do que o exigido ou deixarem a folha em branco podem receber nota zero. Textos que desrespeitem os direitos humanos também recebem nota zero.



  • Enem: A segunda maior prova de acesso ao ensino superior do mundo


    07.10.2015 16h36m
    Recomendar

    Nos dias 24 e 25 de outubro, 7.746.118 participantes farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a segunda maior prova de acesso ao ensino superior do mundo, atrás somente do exame gaokao, realizado na China, que em 2015 superou os 9 milhões de inscritos. Diferente do Enem, que pode ser prestado várias vezes, no exame chinês os estudantes tem apenas uma chance de acesso à educação superior.


    Entre os participantes do Enem, 4.458.265, ou cerca de 57,5%, são mulheres, enquanto 3.287.853 são homens. A maioria desses candidatos se declarou parda, 45,5%, ou mais de 3,5 milhões; outros 2,8 milhões se declararam brancos e 983 mil, negros.


    O Sudeste é a região com maior número de inscritos, 2,8 milhões, seguido pelo Nordeste com 2,4 milhões, Sul (915 mil), Norte (817 mil) e Centro-Oeste (702 mil). A edição 2015 é a primeira vez de 2.525.080 participantes; outros 5.221.038 repetem o exame.


    Além da vaga na educação superior e em programas do Governo Federal, 867.968 participantes do Enem buscam a Certificação do Ensino Médio.


    Provas  

    Os participantes farão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. No sábado, 24 de outubro, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos.


    Considerado, sempre, o horário oficial de Brasília, a aplicação das provas começará às 13h30. Os candidatos terão acesso aos locais de prova a partir das 12h. Os portões serão fechados às 13h, em todas as unidades da Federação. Assim, quem mora em Manaus, por exemplo, terá de chegar ao local de prova até as 12h locais; em Rio Branco, às 11h.


    Este ano, o cartão de confirmação do Enem terá formato digital. Com isso, os participantes devem buscar o acesso ao sistema de inscrição do exame pela internet — nas edições anteriores, o comprovante era enviado pelos Correios.

    Acesso

    O Enem é um mecanismo de democratização do acesso às políticas públicas de educação. Com a nota obtida no Enem, o estudante pode tentar uma vaga na educação superior por meio do programa Universidade para Todos (ProUni), que permite a estudantes brasileiros de baixa renda obter bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior.

    O resultado também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras e ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Estudantes maiores de 18 anos podem também obter a certificação do ensino médio por meio do Enem.



  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia