Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Elevação na taxa de juros vai mexer no bolso de muitos professores


    27.02.2014 11h59m
    Recomendar

    Por Danilo Guerra
    Foto: Epitácio Pessoa/Estadão Conteúdo


    Os professores, diretores e coordenadores pedagógicos que operam com cheque especial, que querem comprar eletrodoméstico ou adquirir um carro financiado devem ficar atentos às modificações no mercado financeiro do Brasil. Ontem, dia 26, foi divulgado pelo Banco Central, BC, o novo patamar da taxa básica de juros para estas três áreas.
    De acordo com o BC, a nova taxa de juros salta do atual 10,5% para 10,75% ao ano. Com a elevação da taxa, o uso do cheque especial e o financiamento do carro ficaram mais salgados no bolso do consumidor. Como professor gosta de trazer exemplo para facilitar o entendimento do assunto por parte dos seus alunos, o PROFESSOR REPÓRTER também traz uma situação hipotética para melhor compreendermos como funciona o processo.

    Carro

    Se o professor de Língua Portuguesa, por exemplo, quer comprar um carro avaliado em R$ 25 mil, parcelado em 60 meses. Se consideramos a taxa anterior (10,5%), o valor da parcela seria de R$ 666,25. No fim do período, o carro sairia por R$ 39.974,88.  Ok?
    Agora vamos ver como fica o mesmo financiamento com a nova taxa (10,75%). Nesta situação, o valor da parcela que o professor de Língua Portuguesa vai pagar será de R$ 669,60 e o custo chegará a R$ 40.179,07, após o pagamento de todas as prestações, o que dá uma diferença de R$ 201,19.

    Eletro

    O professor de Matemática acabou quer casar e se interessou por uma geladeira avaliada em R$ 1.500,00. Como os gastos são muitos, ele quer dividir as parcelas em 12 vezes. De acordo com a nova taxa, a geladeira terá um aumento de R$ 2,25 no valor total pago no fim das prestações. Se comprasse antes, pagaria R$ 1.957,09, mas agora vai ter que pagar R$ 1.959,34.

    Cheque

    Se por exemplo, o professor de História, que tem um limite no cheque especial na quantia de R$ 1.000,00 e ele querer utilizar esse limite por 20 dias. Antes, o professora pagaria  R$ 53,53 de juros, mas com a nova taxa ele passa a pagar R$ 53,67.
    Tanto na questão do eletrodoméstico, quanto no cheque especial a elevação na taxa de juros foi pequena. A diferença é assustadora mesmo no financiamento do carro. R$ 40.179,07. Esse é o valor que você vai pagar se desejar financiar um carro que custa R$ 25 mil. Uma diferença de aproximadamente R$ 24.900,00. Será que vale a pena? Aí é você e seu bolso que vão decidir. Por isso, pense bem, antes de tomar esta decisão.

    Obs.: Os exemplos foram construidos com base nos cáculos publicados no Portal R7



  • Quatro universidades brasileiras estão entre as 50 melhores do mundo

    Mas nenhuma brasileira conseguiu figurar entre as "top 10"
    26.02.2014 11h17m
    Recomendar

    Um ranking internacional de ensino superior aponta quatro universidades brasileiras entre as 50 melhores do mundo em oito áreas do conhecimento - entre 30 citadas. O QS Quacquarelli Symonds University Rankings - organização internacional de pesquisa em educação - foi divulgado por áreas nesta terça-feira, 26, e mostra duas estaduais de São Paulo em destaque entre as instituições brasileiras: a Universidade de São Paulo (USP) e de Campinas (Unicamp). Mas nenhuma brasileira conseguiu figurar entre as "top 10".
    Os rankings tomam por base índices de citações de pesquisas, além de estudos de reputação. A área em que as brasileiras vão melhor é a classificada como Agricultura e Silvicultura. A Unicamp ficou como a 22.ª melhor do mundo na área, seguida por USP (27.ª) e Universidade Estadual Paulista (Unesp, 50.ª). A Unicamp ainda lidera entre as brasileiras nas áreas de Filosofia (42.ª) e História (34.ª). Na área de História, a Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) aparece em 42.ª no mundo.
    A USP é a instituição brasileira que mais se destaca nas áreas avaliadas pelo QS. A estadual paulista, que completa 80 anos em 2014, está entre as 50 melhores do mundo em oito áreas e teve o melhor desempenho entre todas as brasileiras em 20 disciplinas. A Unicamp está no topo do País em oito disciplinas.
    A 27.ª posição da USP em Agricultura e Silvicultura é a melhor colocação da universidade entre as 30 áreas, seguida de Matemática (39.ª no mundo), Geografia (42.ª), Estatística e Investigação Operacional (45.ª), Comunicação e Mídia (46.ª), Farmácia e Farmacologia (48.ª) e História (50.ª).
    No total, 22 instituições brasileiras estão no "top 200" mundialmente em pelo menos uma das 30 disciplinas avaliadas no ranking. A instituição brasileira particular mais bem colocada é a Fundação Getúlio Vargas (FGV), listada entre as 100 melhores do mundo nas áreas de Contabilidade e Finanças e em Economia. Nesta última, a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) é listada na faixa entre 101 e 150.
    No ranking mundial, a instituição com melhor desempenho foi a Universidade Harvard, que ficou em primeiro lugar em 11 das 30 disciplinas, duas a mais que o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).
    Especialistas em pesquisa e ensino superior têm apontado a necessidade de melhorar a relevância da ciência brasileira, um dos quesitos avaliados nos rankings internacionais. No último levantamento da Times Higher Education (THE), a universidade perdeu posições em relação ao ano anterior - saiu do 158.º lugar, em 2012, para a faixa entre o 226.º e o 250.º lugares em 2013.
    Fonte: Estadão



  • Colaboradores do HEC recebem kits escolares para educação dos filhos


    24.02.2014 14h52m
    Recomendar

    O Hospital Estadual da Criança (HEC) começou a distribuição nesta segunda-feira (24), dos kits escolares destinados aos filhos de funcionários de nível médio, técnico e elementar que estão matriculados para o ano letivo de 2014. 
    Esta é a primeira ação do tipo realizada no HEC, mas a entrega dos materiais escolares já é tradicional e ocorre todos os anos nas unidades hospitalares administradas pelo Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip Hospitalar). 
    De acordo com a diretora administrativo-financeira do HEC, Cristiane Gordiano, a ação de distribuição de kits escolares é anualmente cumprida no IMIP nos meses de fevereiro e março. É uma atividade da Diretoria de Recursos Humanos, vinculada ao Departamento de Assistência e Integração de Pessoal e tem o objetivo de contribuir para a qualidade da educação. “Visamos motivar os filhos dos funcionários e também possibilitar a economia no orçamento destas famílias”, ressalta a diretora. 
    Pai de duas crianças em idade escolar, o motorista Valdireno Gonçalves aprovou a iniciativa. “O kit vai complementar aos itens que já havia comprado. Essa ajuda é muito bem vinda, até porque material escolar é muito caro”, afirma o colaborador.
    No total, serão entregues 207 kits, em três versões que contemplem material para estudantes nas faixas etárias de 03 a 14 anos, matriculados nas séries da educação infantil, fundamental 1 e fundamental 2.
    Os kits são compostos de cadernos de brochura e desenho, pastas, lápis, canetas, borrachas, réguas, apontador, giz de cera, massa de modelar, cola, entre outros itens, de acordo com a idade das crianças.
     Fonte: Ascom



  • Morte e Vida Severina em Desenho Animado


    18.02.2014 10h49m
    Recomendar
    Morte e Vida Severina em desenho

    Morte e Vida Severina em Desenho Animado é uma versão audiovisual da obra prima de João Cabral de Melo Neto, adaptada para os quadrinhos pelo cartuinista Miguel Falcão. Preservando o texto original, a animação 3D dá vida e movimento aos personagens deste auto de natal pernambucano, publicado originalmente em 1956.

    Em preto e branco, fiel à aspereza do texto e aos traços dos quadrinhos, a animação narra a dura caminhada de Severino, um retirante nordestino, que migra do sertão para o litoral pernambucano em busca de uma vida melhor.

    TV Escola

    Coordenação Geral de Produção
    SUPERVISÃO GERAL DO PROJETO
    Érico Monnerat

    Direção Geral da TV Escola
    Érico da Silveira

    Fonte: Brasil de Fato



  • Estudo do meio é aprendizado

    Desde que bem planejado pelos professores e com o apoio dos pais, um passeio temático pode empolgar os alunos e expandir a aprendizagem
    13.02.2014 16h04m
    Recomendar


    O estudo do meio permite que a criança tenha contato com dimensões da realidade que
    não estão nos livros


    Texto: Cynthia Costa

    Lugar de criança é na escola? Sim, e também nas ruas, nos museus e na natureza: é nesses lugares que os pequenos observarão, cara a cara, o que aprendem em sala de aula e, mais do que isso, desenvolverão uma visão própria do mundo. "O estudo do meio permite que a criança entre em contato com certas dimensões da realidade que não estão nos livros", aponta Nídia Nacib Pontuschka, professora sênior da Faculdade de Educação e do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo.
    Subir um morro, assim, pode ser uma maneira bemconcreta de entender o relevo, por exemplo. "In loco, elas buscam significado para o que observam e o relacionam com fatos já estudados", completa a professora, considerada a grande especialista brasileira em estudo do meio.
    "Hoje é muito importante que a escola transcenda os seus muros", concorda Lorena Nolasco, diretora de ensino do COC Córrego Grande de Florianópolis (SC), que reconhece a alegria e a empolgação dos alunos nesse tipo de atividade, e os benefícios colhidos nela. Há 25 anos, a escola organiza estudos do meio com alunos a partir da Educação Infantil.
    Igualmente visionária, a Escola Suíço-Brasileira de São Paulo tem longa tradição nessa área, organizando expedições complexas, em que os alunos aprendem não apenas o conteúdo curricular, mas habilidades que se mostrarão úteis por toda a sua vida profissional e pessoal. "Os alunos do 3º ano do nosso Ensino Médio têm a oportunidade de organizar uma viagem por inteiro, administrando hospedagem, comida e passeios dentro de um orçamento pré-estabelecido", relata o professor Cláudio Patto, um dos coordenadores do ELO (Educação de Liderança Outdoor), um programa especial desenvolvido pela escola. 
    Para esses profissionais, é bem claro que não basta juntar a criançada e cair no mundo. Um estudo do meio bem realizado começa pelo planejamento do professor, passa pela aprovação dos pais - que precisam ver na atividade o real valor para o aprendizado do filho - e termina com a retomada do conteúdo em sala de aula. Veja esse passo a passo e mais detalhes inspiradores sobre estudos do meio a seguir.
    Para obter maiores informações sobre esta medologia de ensino acesse: http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/estudo-meio-aprendizado-755627.shtml?utm_source=redesabril_educar&utm_medium=twitter&utm_campaign=redesabril_educar



  • Oficina incentiva professores para a prática da Literatura de Cordel


    12.02.2014 19h21m
    Recomendar

    O evento acontece em Salvador e integra as ações da exposição "Imagens dos Vaqueiros da Bahia


    Nos próximos dias 17 e 18, será realizada uma Oficina de Cordel voltada para professores da rede pública e particular de ensino, tendo como foco a história e a produção da Literatura de Cordel, dentro da dimensão da oralidade e da memória, como patrimônio cultural universal e elemento identitário do povo nordestino.
    A atividade integra as ações socioeducativas voltadas à exposição "Imagens dos Vaqueiros da Bahia", em cartaz na Galeria Solar Ferrão (Pelourinho), com curadoria do antropólogo Washington Queiroz.
    O objetivo da oficina - realizada das 09h às 12h e das 14h às 17h - é contribuir para a reflexão do uso dessa literatura como material didático e seu valor pedagógico para trabalhos em sala de aula e como estímulo para o aprendizado da leitura. O participante da oficina será desafiado no exercício de sua capacidade criadora, produzindo ao final, um folheto de cordel. A capa será ilustrada com fotografia ou imagem, onde a equipe da LabDimus vai auxiliar na criação e edição das imagens.
    No programa, consta a parte teórica e prática sobre o processo de construção do Cordel, incluindo a arte e técnica da xilogravura. Na teórica: as origens da literatura de Cordel, história e evolução do Cordel no Brasil, leitura de Cordel, a produção de folhetos e seus autores, e elementos de composição do Cordel (forma, narrativa, métrica e rima). Os trabalhos em grupo entram na parte prática: criação das sextilhas, escolha e construção da narrativa em versos, finalização da narrativa, criação para a capa; diagramação, impressão e tiragem de cópias.
    Gratuita, a oficina será ministrada por Eliene Diniz - socióloga pesquisadora de Literatura de Cordel e técnica da Dimus. O evento é promovido pela Diretoria de Museus - DIMUS/IPAC, por meio do Solar Ferrão, em parceria com o LabDimus e o Setor Educativo do Palácio da Aclamação. São 20 vagas disponíveis. As inscrições estão abertas até 12 de fevereiro. Mais informações pelo telefone (71) 3116-6740 ou no e-mail [email protected]
    A Literatura de Cordel, ou simplesmente folheto, como é chamado pelos mais tradicionais, é a poesia narrativa popular impressa em versos. Lida ou cantada, sua divulgação é sempre feita em voz alta, o que a inclui na tradição da literatura oral.



  • Alerta: Prazo de validade do concurso da PM termina em junho e ainda há 600 vagas ociosas


    04.02.2014 11h08m
    Recomendar

    Exatamente no dia 19 de junho deste ano encerra o prazo de validade do concurso realizado pelo Governo do Estado para preenchimento de vagas no quadro de servidores efetivos da Polícia Militar da Bahia. Desde que o resultado do certame foi homologado, em 19 de junho de 2013, só foi publicado um edital de convocação que atendeu a toda a demanda, 2 mil candidatos. No entanto, de acordo com informações publicadas no site Acorda Cidade, 600 candidatos perderam nos testes posteriores à prova escrita.
    Apesar do grande número de candidatos reprovados e da necessidade real mais policiais nas ruas para dar maior sensação de segurança ao cidadão baiano, O Estado segue sem realizar novas convocações o que acaba preocupado os candidatos excedentes visto que em aproximadamente 4 meses expira o prazo do concurso. 
    Por conta desta situação incômoda, diversos candidatos excedentes vão se reunir no estacionamento da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, no próximo sábado, dia 8, para cobra do Estado novas convocações, prorrogação do prazo do concurso, que segundo o edital pode acontece em até um ano, e abertura de novas vagas por conta de um déficit de 20 mil policiais na Bahia. 



  • “Educar para a vida” é tema de palestra para escolas empreendedoras


    03.02.2014 20h06m
    Recomendar

    Texto: Cíntia Pina
    Edição (texto/imagem): Danilo Guerra
    Fotos: Danilo Guerra e Mário Sepúlveda


    Professores e gestores de diversas escolas particulares de Feira e região se reuniram hoje (03) pela manhã, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para dar início às atividades do ano letivo de 2014. As escolas participam do projeto Escolas Empreendedoras, idealizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Os professores receberam  o professor Casemiro Campos, o Doutor em Educação, para proferir uma palestra com o tema "Educar para a vida: valores essenciais".


    De acordo com Jesiel Borges, consultor do Sebrae,  o projeto contempla, hoje, quinze escolas particulares, que possuem grande potencial pedagógico. O Sebrae realiza com essas escolas o  planejamento financeiro,  a construção de planilha de custo, análise individualizada de cada empresa para os ajustes das mensalidades, criação da associação como instituto jurídico, e capacitação dos gerentes e funcionários das empresas.O trabalho incluiu também a criação do Plano de marketing, fortalecimento da marca, criação da logomarca do núcleo setorial e intercâmbio pedagógico/empresarial.

    Angeleide Franco é diretora de uma das escolas participantes do projeto, e como membro da equipe de gestão, faz uma avaliação positiva dos resultados que estão sendo alcançados. "Em 2012 eram mais de 40 escolas, e depois o grupo foi afunilando. Nós estamos na fase da escrita do nosso regimento, da criação da associação, a nossa logomarca está no processo de reconhecimento. Nós sentíamos falta dessa parte administrativa, dessa parte de orientação de gestão mesmo".
    Palestra
    O professor Casemiro Campos, que ministrou a palestra para as escolas, defendeu o projeto e acredita que não basta a escola ter bons professores, mas que eles devem estar comprometidos com o seu bom funcionamento e com a sua renovação. "O empreendedorismo é uma temática das mais importantes no mundo contemporâneo.

    O Brasil tem indicação de taxas de criações de empresas como algo estratégico, porém, o tempo de vida desses negócios é o grande problema. Você tem pessoas empreendedoras, gestores, empreendedores, mas as vezes não basta só o time empreendedor, é preciso uma formação para que com o novo negócio, com a possibilidade do negócio ele se renove", explica.
    "A escola é um ambiente próprio a renovação, e a exigência da renovação implica em investimentos, e como negócio implica em um negócio altamente complexo, que é a formação de pessoas e ao mesmo tempo exige a renovação do negócio como modelo de educação. O empreendedorismo não pode ser visto na escola só como um negócio, ou que a escola se limite apenas ao negócio. O empreendedorismo tem que estar na formação das pessoas que fazem a escola", pontuou o professor.

    Com a associação dessas escolas, já foram realizadas ações de compras conjuntas, aquisição de sistemas, carteiras, matérias didáticos e de consumo, e hoje a gestão é independente do Sebrae. Os encontros acontecem a cada trinta dias e em alguns momentos, acontecem também nas quinzenas. O evento marcou o final da semana pedagógica dessas escolas e o início do seu ano letivo.



  • Escolas municipais voltam às aulas em ritmo de Copa do Mundo


    03.02.2014 19h38m
    Recomendar

    O ano letivo nas mais de 200 escolas e para os quase 50 mil alunos matriculados na rede municipal foi iniciado nesta segunda-feira, 3. A antecipação está relacionada à Copa do Mundo, que acontece entre os meses de junho e julho. A medida tem como objetivo o cumprimento dos 200 dias de aula, como determina a Lei. O prefeito José Ronaldo e a secretária de Educação, Jayana Ribeiro, prestigiaram a Aula Inaugural no Centro Integrado de Educação Municipal Professor Joselito Falcão Amorim.

    O prefeito afirmou que os alunos devem aproveitar ao máximo o período que estiver nas escolas. “Aprender é uma das coisas mágicas doadas aos seres humanos pelo Criador”, afirmou para centenas de estudantes que tomaram um dos pátios da instituição. “Por isso, aproveitem esta oportunidade porque a educação transforma vidas sempre para melhor. Se empenhem e tenham disciplina, porque o futuro de todos vocês está aqui, nestas salas e nestes professores, que devem ser respeitados e admirados”.

    Disse ainda que novas e modernas unidades escolares estão sendo construídas – algumas serão entregues à comunidade nos próximos dias - e que aqueles que precisavam de reformas nas suas estruturas estão sendo beneficiadas. E lembrou que o município investiu quase R$ 8 milhões na compra de móveis e equipamentos para as escolas. “Neste ano mais uma vez vamos ter uma integração com projetos que serão desenvolvidos pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer”.

    Jayana Ribeiro disse que o ano promete avanços nas escolas municipais com os projetos que serão desenvolvidos na rede, que as tornarão ainda mais prazerosas para os estudantes. Conclamou para que os pais dos alunos se tornem parceiros com foco na qualidade do ensino. O Joselito Amorim, também conhecido como Municipal, matriculou neste ano, de acordo com a diretora Marta da Graça, 1.310 estudantes, do 1º ao 5º ano. Destes, 420 participam do Mais Educação e freqüentem a unidade nos dois turnos.

    O grupo Show de Louvor da 1ª Igreja Batista fez uma apresentação especial. Participaram do evento o secretário de Planejamento, Carlos Brito, o presidente da Câmara Municipal, Justiniano França e a ex-secretária de Educação, Lélia Vítor.



  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia